AÉCIO NEVES PRESIDENTE: Corrupção se torna crime hediondo

aecio neves presidente

Depois do pronunciamento do presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, na última tarde de terça-feira (26), senadores de diferentes partidos manifestaram apoio à iniciativa do tucano, que apresentou uma série de propostas em resposta às reivindicações das manifestações populares, que tomaram o Brasil nas últimas semanas. Para o líder da legenda no Senado, Aloysio Nunes (SP), o discurso de Aécio foi resumido com muita clareza, objetividade e precisão.“Uma pauta política de aplicação imediata com resposta para os problemas que o país vive.”, afirmou.

Ainda pensando em resolver as questões que envolvem os protestos, o senador Aécio Neves votou a favor do projeto (PLS 204/2011) que transforma em crime hediondo a corrupção ativa e passiva. Com isso, o corrupto ou o corruptor não terão direito ao pagamento de fiança, à progressão para o regime semi-aberto e não poderão ser anistiados. Para o tucano, a medida será mais um instrumento para o combate à corrupção no país, uma das maiores reivindicações da população.

“O Senado aprovou, na tarde desta quarta-feira (26), um projeto extremamente importante. Uma sinalização clara daqueles que querem ver o fim da corrupção no Brasil. O projeto trata como crime hediondo, a partir de agora, a corrupção passiva e ativa e outros crimes violentos, como o assassinato. É uma resposta entre tantas, que o Congresso e o país precisam dar aos que querem um país mais justo, mais solidário e, sobretudo, que respeite os brasileiros”, disse o senador.

Tags: , , , ,

Deixe aqui sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: