Anastasia segue os passos de Aécio

Imagem

A exemplo do senador Aécio Neves (MG), que em seu mandato como governador também tomou medidas para enxugar a máquina pública, o atual governador de Minas, Antonio Anastasia, encaminhou, na última quarta-feira (28/8), projetos de lei que promovem a extinção, a fusão e o redimensionamento de secretarias estaduais, que passarão de 23 para 17, e de órgãos.

Caso aprovada, a proposta irá alterar as Leis Delegadas nº 174 e 175, de 2007, e as nº 179 e 180, de 2011, passando a valer a partir de 1º de janeiro de 2014. Com essa medida administrativa de racionalização da máquina pública, espera-se gerar uma economia de R$ 365 milhões para o Estado em 2013 e 2014.

Para a secretária de Estado de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena, essa reestruturação representa um contínuo processo de aperfeiçoamento do modelo de gestão implantado em Minas a partir de 2003 por Aécio Neves. “Estamos ampliando o esforço de gastar menos com a máquina administrativa e seu custeio, de forma a possibilitar continuamente mais investimentos em infraestrutura e melhoria da qualidade dos serviços públicos prestados ao cidadão”, explicou.

Estima-se que, as fusões e extinções de órgãos e secretarias fiquem favoráveis a uma redução de 52 cargos de alto escalão na administração direta de Minas Gerais. A economia prevista com essa alteração é de R$ 33 milhões por ano.

Tags: , , , ,

Deixe aqui sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: